De acordo com um relatório da empresa de consultoria ePowerBay, enquanto o Brasil se prepara para encerrar os subsídios para novos projetos de instalação solar e parques eólicos, as empresas de energia estão lutando para registrar projetos solares no Brasil. O Brasil é um dos mercados de energia renovável mais promissores. Tendo em vista que apenas projetos registrados no órgão regulador do setor elétrico antes de março de 2022 podem receber subsídios, só em março deste ano, a capacidade instalada de projetos solares no Brasil em busca de aprovação ultrapassou a capacidade instalada dos projetos solares atualmente em operação. Consta que as gigantes do petróleo também apostam no mercado brasileiro de energias renováveis, por exemplo, a Shell registrou um projeto solar com capacidade instalada de geração de 1,5 GW, e uma subsidiária da Total foi aprovada para um projeto solar com um capacidade instalada de geração de energia de 49 MW.